quarta-feira, 17 de agosto de 2011

A arte de pesquisar

"Benvindos ao mundo de Catarina Portas. Foi aprendiza de chapeleira, trabalhou em rádios, revistas, jornais e televisões. Mas se alguma coisa a define é a vontade de pesquisar, de saber mais sobre as coisas.

Eu, na realidade, quando comecei o negócio, foi para pagar uma investigação. Ou seja, o que eu queria fazer era investigar os produtos e as marcas antigas. Como não tinha ninguém que me financiasse isso, inventei um negócio que pagasse essa investigação.

O negócio é hoje conhecido em meio mundo, primeiro foram só uns cabazes mas rapidamente encontrou uma sócia e algum tempo depois abriram uma loja no centro de Lisboa.

Estamos no Chiado, na Rua Anchieta, este era o armazém da David & David, que era um armazém de sedas e cosméticos na Rua Garrett. Fechou há muitos anos, ficou o armazém e este armazém é hoje em dia a loja A Vida Portuguesa, que se dedica a marcas e produtos antigos portugueses. (...) Acho muito estúpido deixar morrer estas fábricas, estas marcas antigas. Há um saber fazer e há um conhecimento muito interessante e que tem um potencial incrível para desenvolver produtos em Portugal. E tem esse enorme potencial sobretudo porque temos um mercado graças à internet. Entrevista de Enrique Pinto-Coelho, primeira e segunda partes.

2 comentários:

J.Charles Silva disse...

Quem não conhece Catarina Portas, não a conhece mesmo.

Carlos Mendonça carlosaugustome@gmail.com disse...

Magnifico espaço !
RECOMENDO.