terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Hansi Staël

Uma cidadã do mundo: nasceu em Budapeste, estudou em Viena, morou em Estocolmo, faleceu em Londres. Mas entre os anos de 1946 e 1957 a artista plástica húngara Hansi Staël von Holstein fixou residência em Portugal, onde havia de fundar o Estúdio Secla, na fábrica das Caldas da Rainha. A partir dali, deu um contributo notável não só à cerâmica - com uma abordagem inovadora, chamando o contributo de artistas à produção corrente e dando-lhe projecção internacional - como à arte portuguesa. Por essa e por outras, dedicou-lhe Rita Gomes Ferrão uma investigação apurada que passou a livro, disponível n' A Vida Portuguesa do Largo do Intendente.

Sem comentários: